28 – 30SET _ programa

28QUI | 20h + 21h | PUAPontoEncontro

29SEX | 17h + 21h | PUAPontoEncontro

30SAB | 11h + 17h | PUArelvado

30SAB | 20h + 22h | PUAPontoEncontro

30SAB | 21h | PUAringue

Junte-se a nós e deixe-se surpreender…

Foto Pedro Soares

Cinema ao Ar Livre_Teatro do Elefante

Artistas de rua assumem a sua intervenção social, sob a forma de agitação política, questionando intensamente o quotidiano da cidade e do seu país, Espanha. O filme acompanha o dia a dia de um grupo de artistas na sua busca incessante de respostas, para entenderem o sentido dos padrões sociais, conservadores e tendencialmente estandardizados e massificadores. Nessa pesquisa, que corresponde às suas inquietações pessoais, confunde-se o âmbito pessoal e vivencial com o contexto social e político, com consequências imprevisíveis.


Dj Vitinha _ Vítor Guerreiro

Conhecido pela boa disposição e comunicação com o público, apresenta-se sem complexos musicais e resistências interiores quando trabalha com grupos. A viver na noite desde 84, adquiriu um variado conhecimento musical, que se reflecte na sua actuação. Com sets variados de House, Funky, Old School, Rock e música Alternativa.


Foto José Batista

‘Pirofagia’, com Fernando Casaca _ Teatro do Elefante

O fogo é o sol, o vulcão ou o raio de trovoada e, nos nossos tempos, descoberta pela ciência contemporânea, a magma que forma o centro do planeta. Ilumina; aquece; cozinha; e cria o vapor que, por sua vez, gera movimento. Ele é também o dragão, que nasce na fantasia; na expressão dos medos e desejos escondidos. As artes do fogo são tão antigas como o domínio, pelo Homem, deste poderoso elemento natural. A sua manipulação fascina, atemoriza, empolga e diverte, no Tempo e no Espaço, em qualquer idioma ou idade.


‘Try’U’, com Paulo Curto, Fernando Melo e Rui Rosado

Guitarrista, baixista e percussionista recriam sonoridades, numa sintonia que nasce dos largos anos de convívio, múltiplas aprendizagens conjuntas e cumplicidades artísticas. Músicos ecléticos, amantes incondicionais de Pat Metheny, conceberam o projeto Try’U que se estreia neste Festival, ensaiando a modalidade de coprodução, para que o evento está vocacionado.Tal como o próprio sugere, quando lido em língua inglesa, Try’U é um desafio. Desafio que os três instrumentistas assumem, na sua performance, em trio, bem como lançam no horizonte de outros músicos… atrevam-se, portanto!


‘A Virgem e a Santa Trindade’ e ‘Meia Dose para Três’, com Susana Dagaf, Teresa Roxo e Lobo _ AmbosOs3

‘A Virgem e a Santa trindade’ Uma igreja. Uma imagem da Virgem Maria. Uma idosa devota a rezar. Um estranho que encontra dinheiro da esmola. Irá conseguir ficar com o dinheiro sem que a idosa se aperceba? Em ‘Meia Dose para 3’ conhecemos uma “meia pessoa” com mau feitio e sem tabus. Considera-se um grande cantor, bailarino e mágico, mesmo não o sendo. “Ambos os 3” é um grupo de três atores e/ou entertainers que aposta essencialmente em números de comédia física.


A Princesa do Sal’, com Fernando Casaca e Débora Santos _ Teatro do Elefante

Este é um conto recolhido na tradição popular portuguesa, de cujo assunto encontramos reminiscências em ‘Rei Lear’, de William Shakespeare, o que nos permite concluir da dimensão europeia do tema. A proposta do Teatro do Elefante integra a narração e o espetáculo de marionetas, numa combinação pouco comum de artes e técnicas de rua. Remete para as memórias do teatro itinerante, de proximidade com os espetadores sem ser intimista.


L’Engranatge’, com Alberto Vidal, Rogelio Pérez e Rubén Aparisi _ La Finestra Nou Circ

Um Malabarista habilidoso, um Mágico imprevisível que faz desaparecer os objetos e um Músico pronto para animar o trabalho. Todos têm um objetivo comum: decifrar as fórmulas mais difíceis e mostrar ao público como funciona a sua engrenagem peculiar e hipnótica. La Finestra Nou Circ é fundada em meados de 2012 e sediada em Valência, Espanha, integra uma equipa heterogénea e transdisciplinar que abarca as áreas de produção, apresentação e formação de Novo Circo.


DJ Pedro Viegas

Dj desde meados dos anos 90, a sua enorme coleção de vinyl mostra a sua paixão pela música. A sua linha musical vai desde o jazz/funk/soul/disco e o Afro mais puro vindos maioritariamente do Mali ou da Nigéria. Os sons mais old school fundem-se com as novas tendências da música eletrónica. Pelo estilo que adotou, muitos intitulam-no como o mestre do Groove.

Comments are closed